16 de agosto de 2011

Fome é uma escolha?

Na maioria das vezes que ligo a TV para assistir programas em geral, seja noticiário ou aqueles programas que teem um pouco de tudo, sempre existe algo que nos induz a pensar que ser gordo é feio... nos apresentam milhares de dietas de como ficarmos magros, ou melhor, no caso para ficarmos bonito ª(s).
Isso é uma enganação, é uma cilada dos dias de hoje, principalmente para as mulheres, colocam nas nossas cabeças que ser bronzeadas, loiras, com olhos azuis, e com um corpo bem torneado e magro é a perfeição. Mas de quem vocês lembram quando leem essas caracteristiscas?
Não esta conseguindo lembrar? 
Pensou numa pessoa famosa?, é, ela não deixa de ser famosa.
Quem tem essas características está nas mãos de qualquer criança, uma Barbie. Inconscientemente desde pequenos já vemos isso como modelo de beleza.
Mas o que quero na verdade enfatizar é a loucura da magreza ligada a fome. Ao ver esses noticiários falando sobre isso comecei a imaginar e os que não teem o que comer? uns comem demais e devem parar de comer para ficarem bonitos e os que não teem escolha de comer ou não?

"Calcula-se que 815 milhões, em todo o mundo sejam vítimas crônica ou grave subnutrição, a maior parte das quais  são mulheres e crianças dos países em vias de desenvolvimento.
O flagelo da fome atinge 777 milhões de pessoas nos países em desenvolvimento, 27 milhões nos países em transição (na ex-União Soviética) e 11 milhões nos países desenvolvidos."


Eles dependem da solidariedade das pessoas. Mas as pessoas estão preocupadas com a aparência, em ser magra para ficar bonita num vestido de mil dólares, pessoas que só se preocupam com o consumo. Eu penso que nós devemos parar de nos enganar com esse tipo de coisa, como beleza, aparência e posição social. E nos preocupar em compartilhar nosso alimento com as outras pessoas, se as pessoas não olhassem tanto para si mesmo, e se atentassem sim, em olhar ao redor de si, enchergariam esses 815 milhões.
Fome é uma escolha só para você que tem seu computador em casa, comida na geladeira, mais que um sapato para vestir, mais que uma roupa para usar, mais que uma bolsa para combinar com sua bela roupa e seus belos sapatos.
Para eles isso não é uma escolha.
Não estou pedindo que você pare de comer ou coma demais. Estou pedindo que olhem para os lados, se teem de sobra, de ao que não tem.


Minha avó conta que quando ela foi dar papinha para o meu irmão quando ele era pequeno, e ele rejeitava a comida, ela disse para ele:
- Existem tantas crianças no mundo que gostariam de ter um prato desses para comer.
E ele na inocência de uma criança de 4 anos, disse:
- Então dá para ele.
Já pensou se pensássemos como crianças? Todos os que estivessem de dieta dariam suas comidas rejeitadas para os que teem fome.
Quão bom seria, se no mundo todos pensassem como crianças.


Fonte: Confrontos


3 comentários:

Ketylin Sarto disse...

é verdade.. ô gente vamo nos sensibilizar com a pobreza de muitos, fazendo algo de bom. Quem tem fome, tem pressa. Agente pode ficar até sem roupa, sem sapato, mas sem comida não dá né?.
A vô beth sempre lembra disso kkkkk ela fala que ele falava assim: Então vó dá pra ele, pode dar vó... (a comida dele). Beijooo grande

ϟ Cynthia Brito disse...

Oi Kamila!
Que legal esse seu blog!
Estou seguindo...

beeeeeeeijos

Charles disse...

Bom texto, as pessoas deviam visitar alguns países mais pobres da África ou até alguns estados brasileiros nas suas férias. Talvez isso mudaria um pouco essa visão consumista e egoísta que existe nelas.